10 dicas para turbinar o networking de quem trabalha em casa

0
1083

Ser um profissional independente é objetivo de muitos atualmente. Poder escolher e conduzir projetos ou negócios, ficar mais tempo com a família, ter flexibilidade de horário no conforto do lar ou mesmo viajar e continuar trabalhando, estabelecer hábitos mais saudáveis, cuidar de projetos pessoais, se desenvolver como empreendedor com possibilidades de aumentar os ganhos, escapar do trânsito e dar poder ir a um cineminha no meio da tarde.

É importante lidar com a disciplina de ter hora para produzir e momentos para relaxar, com as incertezas do mercado, com questões de prospecção, precificação, clientes, fluxo de caixa, inadimplência, gestão e, muitas vezes, a solidão que a playlist mais animada insiste em não espantar.

“Nenhum homem é uma ilha isolada; cada homem é uma partícula do continente, uma parte da terra”, escreveu o poeta inglês John Donne. Por isso, quem atua como freelancer ou autônomo tem que ser um agricultor e preparar essa terra para que frutifique em boas indicações de oportunidades de negócio. E o networking é o melhor processo de plantio.

Quanto mais investimos na aproximação com nossos contatos, de forma genuína e com o espírito da reciprocidade, maiores são os benefícios para todos. Preparei 10 dias para ajudar nessa colheita. Escolha uma ou duas e comece, acredito que irá se surpreender com os resultados de curto, médio e longo prazo.

10 dicas para turbinar o networking de quem trabalha em casa, por Raquel Rodrigues

1 – Compartilhe com seus parentes as suas atividades e saiba as deles. Família costuma ser um porto seguro e quanto mais cada um souber do outro, mais fácil fica de se ajudarem em uma necessidade.

2 – Mantenha ex-chefes, ex-colegas de trabalho, colegas de profissão, colegas do ensino médio, faculdade e pós, professores, parceiros e fornecedores atualizados sobre suas iniciativas e projetos, colocando-se à disposição para atender demandas.

3 – Utilize as redes sociais para se conectar com as pessoas que conhece. Lembre que qualidade é melhor que quantidade, procure pelos amigos próximos, pelos mais distantes, colegas e conhecidos. Quando for convidar alguém para sua rede, utilize um gatilho de memória sobre onde se conheceram ou uma última conversa que tiveram e mostre interesse genuíno para quebrar qualquer resistência.

4 – Cultive bons relacionamentos. É muito chato quando alguém nos procura só quando precisa. Então é importante que estabeleça na sua agenda períodos para semear, regar e cuidar dos contatos. Pode ser um telefonema, um chat, um e-mail, enviar algum conteúdo que sabe ser interessante para a pessoa, compartilhar uma lembrança, parabenizar pelo aniversário ou promoção, perguntar se a pessoa precisa de algo e se pode ajudar, enfim, demonstrar que se importa.

5 – Tenha em mente seus planos, projetos futuros, habilidades e competências. Aproveite para difundi-los e, ao verificar uma possível sinergia, para agendar a continuidade da conversa.

6 – Inicie papos para obter informações preciosas sobre as perspectivas do seu mercado. Muitas ideias e contatos podem surgir disso.

7 – Atualize-se e prepare-se para os mais diversos tipos de assunto. Assim você não se prende a um único tópico a aproveita mais.

8 – Você não precisa ir a eventos de networking para fazer networking. Participe daqueles que forem do seu interesse, um encontro da turma, um happy hour bacana, aquela palestra ou curso que quer muito fazer. Mas vá com o olhar de conhecer gente nova e tenha sempre em mãos o seu cartão de visitas. Estabeleça um objetivo de falar com 5 ou mais pessoas, faça perguntas e compartilhe suas experiências.

9 – É tímido e não sabe o que dizer quando conhece alguém? Pense em contar como escolheu sua profissão, quem conheceu no caminho e que te ajudou, sobre uma realização que sentiu orgulho e seus detalhes, sobre uma situação relevante em que superou expectativas. Aja naturalmente que a partir daí o papo flui, afinal, gostamos de boas histórias.

10 – Networking é uma troca. Seja confiante, positivo, gentil, participativo e disposto a contribuir primeiro. Assim, seus contatos saberão que podem confiar e contar com você e sua imagem profissional se manterá boa em suas memórias. Um excelente indicativo.

Raquel Rodrigues, escritora, educadora emocional, atua como promotora de encantos na Forma Encantada Treinamentos com Propósito para disseminar os conceitos de Inteligência Emocional, Networking e Relacionamento.

comentários