2.000 anos em 100

0
167


O dia foi de visita à Singularity University. Trata-se de uma universidade criada pela NASA e pelo Google para ajudar globalmente a sociedade e o mundo quanto às inovações tecnológicas. De acordo com o professor Raymond Kurzweil*, “o futuro será muito mais surpreendente do que a maioria das pessoas percebem, porque poucos observadores realmente internalizaram as implicações do fato de que a taxa de mudança em si está acelerando”.

“Ele disse, ainda, que, nesse século, a evolução tecnológica não será de 100 anos. Será de 2.000 anos num século! Ele mostra uma visão muito positiva sobre como isso pode ajudar o mundo. Melhorando a ciência. Melhorando a medicina. Melhorando o meio ambiente”, conta Adriano Lima.

Nessa ocasião ele conheceu, também, uma loja na qual os atendentes… bem, confira!

E participe de nosso diário, escreva para: adriano.lima@editorasegmento.com.br

Ou deixe seu comentário aqui!

*Para saber: Raymond Kurzweil é um inventor e futurista dos EUA. É também um dos pioneiros nos campos de reconhecimento ótico de caracteres, síntese de voz, reconhecimento de fala e teclados eletrônicos.

comentários