4 questões que os líderes devem perguntar-se com frequência

1
7484

Avaliar os próprios pontos positivos e negativos é essencial para os líderes. Além de beneficiar o profissional, essa tarefa é importante para as equipes e os resultados. Mas apesar de parecer simples, reservar um momento para autoanálise é cada vez mais difícil em uma rotina atribulada, cheia de eventos e compromissos.

Para facilitar esse processo, Magui Castro, sócia no Brasil da The Caldwell Partners, empresa internacional de recrutamento de executivos, aconselha o líder a questionar-se regularmente sobre suas atitudes e desempenho no trabalho. Ao destacar quatro perguntas que devem ser feitas com frequência, ela afirma que criar esse hábito ajuda a engajar mais as equipes e melhorar o próprio desempenho.

Magui Castro, sócia no Brasil da The Caldwell Partners, fala sobre questões que líderes devem perguntar-se com frequência1 – O que eu tenho feito? Segundo Magui, essa questão permite refletir sobre o progresso pessoal do líder e da empresa. “Só conseguimos ter ideia do quão longe podemos ir monitorando o nosso trabalho e os projetos, avaliando a qualidade e o prazo”, explica.

2 – Como estou tratando minha equipe? A executiva comenta que ser líder costuma significar viver em uma posição solitária e assumir as responsabilidades por suas atitudes e de toda a companhia. Ela reforça que a equipe é fundamental nos bons resultados da empresa, e o compreender os pedidos e anseios desse time deve ser uma preocupação recorrente.

3 – Estou incentivando a empresa a ter um ambiente de inovação? Como as empresas buscam soluções inovadoras para ter mais sucesso no mercado, ela afirma que o líder precisa se questionar se oferece um ambiente para sua equipe debater novas ideias, um local que seja um livre canal para discussões e divergências em busca do progresso da organização.

4 – Eu consigo cumprir com o meu discurso? Um líder que não cumpre o seu discurso é desastroso, avalia Margui. Por isso ela acredita que vale a pena ser sincero e transparente com os times e dizer as novidades e notícias de maneira clara, vislumbrando a solução e não enaltecendo o problema. “Essa postura é fundamental para que a empresa tenha um líder de confiança e parceiro dos times”, reforça.

comentários