ABRH-SP apoia o programa Trabalho Novo

    0
    1009

    Iniciativa da Prefeitura de São Paulo tem como objetivo
    empregar moradores de rua.

    A Prefeitura de São Paulo pretende melhorar a situação da população que vive nas ruas da capital paulista, hoje estimada em 20 mil pessoas. Uma das iniciativas para tanto é o programa Trabalho Novo, que promove a reinserção dessa população no mercado de trabalho em parceria com as empresas privadas. A meta do prefeito João Doria é conseguir empregar todas essas 20 mil pessoas até dezembro deste ano.

    theunnisDesde o final de janeiro, a iniciativa conta com o apoio da ABRH-SP (Associação Brasileira de Recursos Humanos – Seccional São Paulo). A Associação tem feito a intermediação com os RHs de empresas empregadoras para facilitar a contratação dos moradores de rua. “O Trabalho Novo é um programa que, no bom sentido, contamina a gente. A cidade e o país precisam de ações práticas de cidadania como essa”, diz o presidente da ABRH-SP Theunis Marinho.

    Como resultado dessa intermediação, foi realizado na semana passada um encontro entre a ABRH-SP, o prefeito Doria e Paulo Camargo, presidente da Arcos Dorados Divisão Brasil (operadora do McDonald´s no Brasil e na América Latina). Depois de conhecer o programa, Camargo confirmou o interesse do McDonald’s em apoiar a iniciativa.

    Além do Trabalho Novo, a Prefeitura de São Paulo pretende acolher os moradores de rua por meio do programa Espaço Vida, que tem como objetivo reestruturar os 83 abrigos municipais existentes na capital paulista com a colaboração da iniciativa privada para torná-los centros completos de moradia, convivência e trabalho. Também estão previstas a parceria com o Poupatempo para regularização de documentos e ações de auxílio psicológico. O suporte emocional é considerado fundamental para a Prefeitura para que as demais iniciativas sejam bem-sucedidas.

    comentários