Academia de líderes

    0
    883

    A necessidade de estreitar laços com seus distribuidores e melhorar o atendimento do seu consumidor final levou a Syngenta, fabricante de sementes e defensivos agrícolas, a lançar um programa de educação executiva voltado para o setor de distribuição. Com foco em gestão e no desenvolvimento de pessoas, o programa atende a liderança, os gestores e as equipes de vendas dessas empresas. De acordo com o gerente de projeto de distribuição da Syngenta, Júnior Crossara, 70% das vendas da companhia no Brasil passam pelos seus distribuidores, o que indica a importância da iniciativa.

    A primeira turma, chamada de “academia de líderes”, foi criada em 2008, com duração de dois anos, com quatro encontros anuais, em parceria com a Fundação Instituto de Administração (FIA/USP). Em 2009, foi criada a academia de vendas, e neste ano teve início a academia de gestores, voltada para os gerentes das empresas. Esses dois cursos são feitos em parceria com a ESPM, sendo que todos são ministrados dentro das universidades. Participam dos cursos 142 empresas parceiras da Syngenta, que conta com um total de 560 distribuidores em todo o país.

    O curso para líderes, voltado para os donos dos negócios, tem 68 participantes; o curso de vendas, com foco nos agrônomos e técnicos agrícolas que atuam na linha de frente, conta com 550 estudantes. O curso para gestores terá 70 vagas em 2011, mas deve ser ampliado para 120 no ano que vem. De acordo com Crossara, a empresa começou a desenvolver programas para este público em 2002, e o resultado já é visível: até 2003, o relacionamento com os parceiros durava, em média, três anos. Hoje, a parceria passa de oito a nove anos. “O mercado tem crescido em grande velocidade e a empresa vislumbrou a necessidade dessa plataforma”, explica.

    comentários