Admirar as habilidades dos pequenos

0
431

PARA AS JOVENS MAMÃES

Como criar um ambiente favorável ao desenvolvimento do bebê

mother-429158_1920De acordo com Christine Bruder, psicóloga e fundadora do berçário Primetime Child Development, é responsabilidade dos pais criar um ambiente facilitador e favorável ao desenvolvimento do bebê. Para ela, o primeiro passo é admirar as novas habilidades da criança. “Valorize as pequenas conquistas assim como as iniciativas da criança. Mostre a ela que você aprecia o esforço que ela empenha para aprender alguma coisa”, ressalta.

Além disso, é preciso prestar atenção e criar oportunidades para que ele explore aqueles materiais ou brincadeiras que acha mais interessantes naquele momento. “Participe, mas deixe a criança conduzir a brincadeira”, afirma.

Confira, abaixo, algumas dicas da especialista:

1. Organize o comportamento do bebê quando ela estiver se desorganizado
Ajude a criança a se acalmar. Reconheça as emoções dela e mostre a ela como se comunicar com você. “Estou vendo que você está muito brava. Não precisa chorar, mostre para mim o que você quer.”

2. Ajude o bebê a expandir a complexidade da brincadeira
Faça perguntas abertas para o bebê pensar sobre o que está fazendo. “Qual dos potinhos será que está mais pesado?”ou “Minha vaquinha quer sair do cercado, o que eu devo fazer?”.

3. Reconheça a necessidade de equilíbrio entre independência e segurança
Esteja por perto e acessível emocionalmente quando a criança precisar de você. Retribua o afeto dele quando ele retornar de suas “explorações”.

4. Coloque limites claramente e permaneça emocionalmente envolvido e disponível para o bebê
Use um tom de voz e expressão facial mais grave e poucas palavras, se necessário contenha a criança ou a retire do local. Mantenha a calma e a conexão emocional ao impor limites.

Conheça alguns medos que podem permear o relacionamento do adulto com o bebê:
> Medo que o bebê se machuque
> Medo que ele que se torne muito dependente
> Medo de impor limites de forma exagerada
> Medo de ser controlado por ele
> Medo de deixar de ser amado ou rejeitado por ele
> Medos diversos, todos gerados pela interpretação equivocada das ações do bebê

Conheça as tendências mais comuns dos adultos lidarem com o bebê:
> Comportamento Superprotetor
> Comportamento controlador
> Comportamento superidentificado (com a criança)
> Comportamento desconectado ou distraído.

comentários