Buscar nova carreira e mais aprendizado ajuda profissional sênior

0
1248

Ao chegar aos 45 anos, profissionais maduros e experientes podem pensar que não há mais tempo para questionar sua empregabilidade. Diante da crise que o País enfrenta atualmente, muitos acham que estar empregado é o bastante.

Buscar nova carreira e mais aprendizado ajuda profissional sêniorSegundo a Pesquisa Mensal de Emprego (PME) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desemprego atingiu 7,6% em janeiro de 2016, e a população à procura de posição avançou 8,4% contra o mês anterior, chegando a 1,879 milhões de pessoas. Desse número, 12,1% possuem 50 anos ou mais e estão sem trabalho.

Segundo a headhunter e executive coach Luciana Tegon, há diversas possibilidades nessa idade existem muitos caminhos para voltar ao mercado de trabalho. Entre as opções estão buscar uma recolocação em empresas, dar aulas aproveitando toda a expertise adquirida ao longo dos anos, atuar como consultor autônomo, empreender em um novo negócio ou investir em uma nova carreira. “Avalie seu histórico profissional, identifique a área que gostaria de atuar, as profissões que o mercado está absorvendo e até uma avaliação psicológica identificando seus anseios x suas habilidades”, indica.

Além disso, a sócia diretora da Consultants Group by Tegon afirma que investir em capacitação nunca é demais, e por isso, ler, estudar, fazer cursos são fatores ótimos para o aprimoramento de um novo projeto. Outro ponto importante que deve receber atenção nesse momento é o networking.

“No caso de recolocação no mercado dentro da mesma área de atuação, reforce seu currículo, busque vagas que estejam dentro do seu perfil e cadastre nos sites das empresas afins. Refine-se ao máximo, considere a cultura da empresa, as políticas de contratação, o dress code e demais características que o ajudarão a ser contratado”, completa.

comentários