Cinco dicas para conciliar o trabalho com a vida acadêmica

    0
    382

    Com o objetivo de proporcionar uma educação empreendedora, por meio da vivência empresarial durante a formação acadêmica, para estudantes universitários de todas as regiões do país, o Movimento Empresa Júnior (MEJ), listou 5 dicas para universitários que desejam conciliar trabalho com a vida acadêmica. Confira:

    1. Crie uma rotina apropriada para cada trabalho
    Não dá para começarmos fugindo do clichê: “é necessário saber como gerir bem o tempo”. A rotina de aula muitas vezes é incerta, dessa forma, é muito importante criar uma rotina própria e que se encaixe no perfil de cada de trabalho. Se você funciona melhor de manhã, tente acordar cedo e adiantar o máximo de coisas pela manhã. Se você é uma pessoa noturna, leve uma coisa ou outra para mais tarde. Independente do horário, tente equilibrar a sua rotina de afazeres do trabalho e da universidade.

    2. Antecipe-se, sempre
    Assim que já souber datas de tarefas, tanto da universidade quanto do emprego, tente adiantar algumas funções. Organize as tarefas num período longo de tempo, assim aqueles imprevistos que irão surgir (e eles sempre aparecem) com certeza terão menos influência no dia a dia. É comum no trabalho as pessoas assumirem mais de uma tarefa, as demandas tendem a surgir o tempo todo. É crucial que elas não sejam um problema que te complique ainda mais.

    3. Busque soluções inovadoras
    Se tem algo que o empreendedorismo nos ensina todos os dias é: busque soluções diversas, inovadoras. Se você está precisando fazer um trabalho enorme sobre um certo tema, encontre fontes diferentes que consigam ser encaixadas ao longo do seu dia. Procure TEDs, vídeos, e-books, fóruns de discussão sobre o tema, enfim, crie formas de desenvolver o trabalho e adapte-as ao seu tempo no ônibus ou aqueles 30 minutinhos que você tem livre.

    4. Divida o tempo
    É claro que quando estamos empolgados, queremos simplesmente sair fazendo o máximo e descansando o mínimo possível, mas nem sempre isso é possível e, no fundo, não desejamos fazer isso de maneira seguida. Nosso corpo e mente pedem um break. Portanto, vá respirar ares que não sejam os do trabalho e universidade por um tempo, revigore o espírito.

    5. Tenha um propósito
    Por último, não necessariamente faça aquilo que você ama, mas ame aquilo que você faz. Busque um propósito no que quer você faça. Imagine sua formatura depois de todas as provas ou seu aplicativo fazendo a diferença no mundo, isso te dará uma força enorme para continuar nos dias mais complicados. Lembre-se sempre desses motivos. Escreva num post-it no banheiro, coloque de tela do seu notebook ou acorde repetindo isso como um mantra, mas tente pelo menos uma vez por dia se conectar com aquilo que faz você se esforçar todos os dias para conciliar essa loucura.

    Atualmente, o movimento brasileiro é o maior do mundo – com 451 Empresas Juniores e, aproximadamente, 16 mil empresários juniores, distribuídos em 113 universidades, além de ser o único regulamentado por lei sendo representado pela Brasil Júnior (Confederação Brasileira de Empresas Juniores).

    comentários