Comunicação vista como uma via de duas mãos

0
582

Elisabeth: escutar ativamente todos os funcionários

Você já ouviu falar em metas estratégicas PQVC? Na Perkins, todos conhecem. Lá, todo mês é feita uma reunião com todos os funcionários para apresentar de forma simples e clara o acompanhamento do andamento dos principais projetos, as metas estratégicas de PQVC (pessoas, qualidade, velocidade e custos) e a filosofia de trabalho adotada pela organização.

Assim, temos: as pessoas que praticam os valores em ação (integridade, excelência, trabalho em equipe, comprometimento e sustentabilidade) devem vir em primeiro lugar, assim como a segurança deve ser prioridade máxima em tudo o que se faz na empresa; a qualidade dos produtos deve refletir o orgulho em tudo o que aqui se faz e do que se torna possível; os produtos devem ser entregues na data solicitada pelos clientes; e o controle dos custos deve ser uma premissa constante para todos os funcionários.

Nessas reuniões, o objetivo maior é que todos entendam claramente quais são e onde estão as oportunidades de melhoria, em consonância com o objetivo principal de encantar os clientes, bem como engajar os funcionários e evitar ruídos de comunicação. Aliás, na Perkins o processo de comunicação é extremamente valorizado e entendido como uma via de mão dupla, ou seja, a empresa comunica-se com seus funcionários e eles com a empresa.

Além dessas reuniões mensais, existem outras, trimestrais, que envolvem os gerentes, os supervisores e a equipe de recursos humanos. Nesses encontros, o CEO da Caterpillar e o vice-presidente da Perkins dividem resultados do período e estratégias globais da empresa. A reunião também tem como objetivo integrar a Perkins à organização Caterpillar e a unidade Brasil à divisão de energia e transporte.  

Além desses encontros, a companhia possui outros canais para falar com seus funcionários. Um deles é o Boletim do Gestor. Trata-se de um canal de comunicação pontual e emergencial, pelo qual o RH informa toda a liderança sobre assuntos diversos que devem ser comunicados em cascata a todos os demais funcionários.

Há também o Jornal da Perkins, uma publicação trimestral voltada aos funcionários que traz as novidades da empresa, com notícias sobre eventos, projetos, ações realizadas, melhorias na fábrica, e ainda histórias de vida e depoimentos de colaboradores. Já na intranet são divulgadas informações como comunicados, benefícios, vagas de trabalho e datas importantes.

Engajamento

Realizada anualmente, a pesquisa de opinião dos funcionários mostra que o nível de engajamento na Perkins é elevado (98%), resultado de uma gestão diferenciada. E não apenas esse índice chama a atenção: trabalho em equipe (98%); valores em ação (99%); foco no cliente (100%); qualidade (100%); segurança (100%); desenvolvimento sustentável e responsabilidade social (100%); estratégia e execução (100%); e liderança (99%).

De acordo com a Perkins, esses resultados são um demonstrativo de que ela é uma empresa feita por gente comprometida e feliz, um time vencedor que produz os melhores motores e os melhores resultados. Essa visão, aliás, está em linha com a estratégia da companhia (“Realizando o presente, construindo o futuro”), expressa no lema “Renovando nossas forças, moldando o futuro”, que evidencia que as práticas do dia a dia estão fortemente alinhadas com a missão, visão e valores da organização.

E para reforçar o processo de identificação com missão, visão e valores, a Perkins desenvolve um trabalho de conscientização e orientação com todos os funcionários desde o primeiro dia de trabalho, bem como realiza algumas práticas. Uma delas está ligada ao comitê de facilitadores do clima organizacional. Trata-se de uma ferramenta para a melhoria de clima organizacional e o alcance das metas estratégicas, pois todos os funcionários são ouvidos no que se refere a todos os aspectos da organização. Os planos de ação desenvolvidos pelos líderes da Perkins são elaborados com base no feedback desse comitê. Dessa forma, todos sabem quais são suas metas pessoais e grupais, refletindo em resultados extremamente satisfatórios.

Graças ao trabalho desse comitê, houve um crescimento de todos os indicadores no ano de 2014, entre eles engajamento, liderança, valores, trabalho em equipe, estratégia e execução.

Outro exemplo é o comitê de valores organizacionais, que desenvolve projetos e busca mostrar a importância da integridade, da excelência, do trabalho em equipe, do comprometimento e da sustentabilidade, que são os pilares e os valores da empresa. A Perkins acredita que quando as pessoas se abastecem de visão, propósitos e entusiasmo, tudo fica mais simples e as pessoas têm vontade de trabalhar, tornando mais fácil e factível o alcance dos objetivos e metas.

Saber ouvir 
O líder deve escutar ativamente todos os funcionários. O feedback verdadeiro recebido deles é a mais importante fonte de informação sobre o clima. Isso implica entender que não há ofensa em perguntar, e que toda e qualquer pergunta, desde a mais simples, deve ser respeitada e respondida.

Elisabeth Hass, gerente de RH e TI

 

Boas práticas 
â–º Boletim do gestor: canal de comunicação pontual e emergencial, pelo qual o RH informa toda a liderança sobre assuntos diversos que devem ser comunicados em cascata a todos os demais funcionários.

â–º Jornal da Perkins: publicação trimestral voltada aos funcionários que traz as novidades da empresa, com notícias sobre eventos, projetos, ações realizadas, melhorias na fábrica, e ainda histórias de vida e depoimentos de colaboradores. Já na intranet são divulgadas informações como comunicados, benefícios, vagas de trabalho e datas importantes.

â–º Bate-papo com o diretor-geral: acontece mensalmente, com a presença dos aniversariantes do mês, que são convidados especiais em um almoço de confraternização com o principal executivo da empresa no país. Nesse momento, os funcionários podem fazer perguntas e interagir com o executivo, tirar dúvidas, fazer sugestões e conhecer mais sobre a empresa.

 


A Perkins Motores do Brasil produz, monta e comercializa no país motores a diesel. Em 1998, tornou-se uma empresa integrante da Caterpillar Inc., presente em mais de 180 países no mundo.

comentários