Crédito vira benefício

0
1075

Zacharias, da RH Serviços: o RH busca soluções que reduzam custos com inteligência

Preocupadas com o alto índice de endividamento de seus colaboradores, as empresas agora, além dos programas de educação financeira, também começam a oferecer um novo benefício para garantir a subsistência dos funcionários e ainda evitar novas dívidas: o limite de crédito de até 30% do salário com desconto em folha e utilização por meio de cartão.

Giovanni Santini, presidente da Sorovale, empresa de benefícios do Grupo Sorocred, explica que essa nova modalidade de benefício é uma evolução do modelo adotado no convênio farmácia. Basicamente, a pessoa tem um cartão aceito em uma rede de mais de 1,5 milhão de estabelecimentos credenciados com o limite de gastos de até 30% do próprio salário a ser descontado no mês seguinte ao da sua utilização. “Esse cartão não tem custo para a empresa e não tem anuidade a ser paga pelo funcionário, apenas uma taxa administrativa quando utilizado”, detalha.

Medida provisória

Santini destaca que essa modalidade de benefício já era operada pela Sorovale antes da aprovação pela Câmara Federal, em abril, da Medida Provisória que permite o desconto de 10% do salário para pagamento de fatura de cartão de crédito. Entretanto, ele ressalta que a oferta está dentro do limite de até 30% previsto, inclusive, para o crédito consignado, para evitar que o trabalhador se endivide.

Além da Sorovale, a Planvale também oferece o mesmo benefício em duas modalidades: Cartão Pré-Pago Gold, que substitui os adiantamentos para viagens e gastos de representação, e o Cartão Planvale Mais, que funciona como uma antecipação salarial, uma ferramenta que elimina os processos de emissão de vales e requisições e oferece ao usuário do cartão a possibilidade de utilização em toda a rede credenciada da operadora.

O investimento em tecnologia para prover mais conforto aos usuários e maior controle para as empresas também vem recebendo atenção constante das operadoras de benefício convênio. São aplicativos móveis, relatórios, sistemas de controle e até portais de conteúdo informativo para garantir acesso total aos serviços prestados.

No início do ano, a Ticket lançou o EVA (Edenred Virtual Assistant), sistema de inteligência artificial para atendimento virtual ao cliente, que promete mais agilidade para o esclarecimento de dúvidas on-line.

Para alavancar as vendas e utilização do vale-cultura, a empresa também lançou o portal MeuTicketCultura.com.br, que proporciona facilidades e vantagens para os usuários, como por exemplo o acesso à agenda cultural da região, rede credenciada e parceiros exclusivos. O site ainda oferece um shopping virtual que possui mais de 80 mil produtos culturais disponíveis para compra virtual. Para os amantes de música digital, o portal ainda oferece o serviço de streaming de áudio com planos e descontos exclusivos para mais de 30 milhões de músicas. Alaor Aguirre, diretor-geral adjunto da Edenred Brasil, comenta que o Ticket Cultura foi o primeiro vale-cultura a ser aceito para compras on-line e, em parceria com a Livraria Saraiva, os usuários podem efetuar suas compras não somente pelas lojas físicas, mas também pelo site da livraria e usar o cartão como forma de pagamento.

Outro site informativo é o Programa Avante, plataforma de incentivo à alimentação saudável, que neste ano também traz uma série de novidades, com novas ferramentas, como cursos e-learning e mapeamento de perfil alimentar, ambos gratuitos.

Nos sistemas de controle para as empresas, o Ticket Transporte está ampliando sua abrangência no sistema de gestão de saldo, possibilitando mais controle dos saldos excessivos nos cartões de vale-transporte o que gera economia para as empresas.

Em se tratando de economia, a Alelo reforça seu Movimento Alelo Comer Bem é Tudo de Bom, criado para auxiliar empresas-clientes a adotarem medidas de estímulo para melhorar a alimentação e a prática de atividades físicas de seus funcionários, e, assim, diminuir os gastos médicos da empresa.

Além do programa mencionado,  a Alelo possui um portfólio de produtos e serviços, composto por Alelo Alimentação, para compras de gêneros alimentícios; Alelo Refeição, usado para compras de refeições prontas; Alelo Cultura, benefício criado pelo Ministério da Cultura, Alelo Auto, cartão para gestão de despesas automotivas; Alelo Natal Alimentação, que substitui as antigas cestas de final de ano e festas; MoneyCard, pré-pago destinado a pessoa física para compras e saque em moeda estrangeira e a linha de cartões pré-pagos corporativos, Prepax, que contempla soluções para premiações, incentivo e viagens.

Sodexo Club

A Sodexo também tem investido fortemente em tecnologia e informação para oferecer mais qualidade de vida para seus usuários. Desde 2012, a empresa mantém o Sodexo Club, que oferece vantagens, promoções e descontos especiais em milhares de parceiros. Informações sobre estas vantagens são sempre atualizadas no site www.sodexoclub.com.br.

“Vale citar que o Sodexo Club realiza um evento de gastronomia, o Festival Sodexo, para os usuários dos cartões Sodexo Refeição Pass, garantindo acesso a restaurantes de diversas cidades brasileiras por um preço promocional único”, completa Florent Lambert, diretor de marketing da Sodexo Benefícios e Incentivos. O Viver Bem, também da Sodexo, é um programa que auxilia as empresas a oferecerem a seus colaboradores uma melhor qualidade de vida e a orientá-los a terem hábitos mais saudáveis.

No segmento de vale-transporte, a RB Serviços criou uma plataforma on-line na qual o cliente informa os valores a serem creditados para cada colaborador. Com base em um cruzamento dos dados e do perfil de uso do beneficiário, a operadora indica para a empresa o valor necessário para a compra do vale-transporte sem alterar o trajeto de ida e volta do trabalho. Dessa forma, o cliente consegue realizar a recarga proporcional dos créditos necessários para uso ao longo do mês, permitindo ao departamento de RH efetuar uma compra mais precisa, sem desembolsos extras.

“O valor economizado, que pode chegar a 35% do total de custos do vale-transporte ao mês, pode ser então reinvestido, por exemplo, em melhorias estruturais ou na concessão de outros benefícios direcionados aos funcionários”, destaca Renato Zacharias, sócio-diretor da RB Serviços.

Perspectivas

Ticket, Sodexo e Planvale preferiram não revelar números. Já a RB Serviços espera um expressivo crescimento de 85% nos negócios, principalmente porque os gestores de RH buscam soluções que reduzam custos com inteligência, segundo Renato Zacharias. Além do vale-transporte, a empresa opera os benefícios alimentação, refeição, combustível e cartão presente.

A Alelo também apresenta boas perspectivas. “Estamos otimista e prevêmos para este ano um crescimento de dois dígitos como registrado historicamente”, diz Eduardo Gouveia, presidente da empresa.

Giovanni Santini, presidente da Sorocred, acredita que sua empresa vai manter a média de crescimento dos últimos anos, na casa dos 25%. Ele atribui essa evolução dos negócios ao equilíbrio financeiro da operadora, gerado dentro de um modelo de negócio em que o pré-pago se sobrepõe ao pós-pago.  “Naturalmente, os pré-pagos prevalecem sobre os pós-pagos porque permitem um equilíbrio financeiro e garantem a oferta de um preço bom para os clientes e para a rede”, acrescenta.

comentários