Dar o primeiro passo

0
863

Para quem não aplica pesquisa de clima, optar por um questionário para uma determinada área é uma boa forma de começar a usar essa ferramenta

Sobre gestão do capital humano, sempre falamos que o processo de feedback é uma via de mão dupla. Se avaliação de desempenho é a “via” que a empresa usa para traçar um raio X sobre o trabalho dos colaboradores – quais seus pontos fortes e fracos, nível de produtividade e potencial de melhorias -, a pesquisa de satisfação dos funcionários, ou pesquisa de clima, como é conhecida no Brasil, é a via de volta, na qual os colaboradores sinalizam sua satisfação e felicidade em relação ao trabalho e à empresa. Realizar pesquisas de clima é muito importante, uma vez que a empresa toma decisões e executa planos que impactam diretamente a satisfação e produtividade dos colaboradores. E isso, em médio prazo, influencia na retenção e até mesmo na atração de profissionais, pois a percepção sobre o ambiente organizacional se estende também ao público externo (familiares, fornecedores, clientes, concorrentes, profissionais em geral). Os funcionários são parte da identidade da empresa e contribuem para a formação de sua reputação; um exemplo disso são os guias de melhores empresas para trabalhar, que têm como critério a avaliação dos próprios funcionários sobre a companhia.

Uma sondagem iniciada em maio pela Carvalho & Mello Consultoria entrevistou, com a ferramenta da SurveyMonkey, gestores de RH de 145 empresas de várias indústrias e portes. Nessa amostra, a consultoria constatou que 59% dos participantes responderam que já possuem processo formal de pesquisa de clima organizacional. Das que não têm essa ferramenta, 27% pretendem implementar em breve, o dobro dos que responderam que não têm intenção de implantar. Isso demonstra que a maioria das empresas conhece a importância da pesquisa de clima no panorama administrativo.

O meio ideal
Há vários caminhos para a implantação desse processo pela área de RH. Dentre as alternativas, os gestores podem contratar uma consultoria e encomendar uma pesquisa parcial ou total, ou conduzirem eles mesmos essa atividade. Nesse último caso, uma das maneiras de que o RH dispõe para realizar esse processo, de forma a economizar tempo e custos, é por meio da aplicação de pesquisas on-line. Esse modelo de ferramenta é uma evolução do “papel e caneta”, muito mais fácil de organizar e tabular as respostas, o que facilita a análise e a conclusão, e é bem mais sustentável do que as papeladas.

Sem postergar
Independentemente de como serão feitas as pesquisas, uma dica importante aos gestores de RH: não deixem essa tarefa para depois, nem pensem demais em como fazer. É muito melhor testar e ir fazendo aos poucos do que planejar muito e acabar não fazendo. Comecem por um departamento, mesmo como um projeto piloto, e depois estendam para outras áreas mais amplas da organização. É uma saída mais viável do que adiá-la por pensar em eventuais complicações ou complexidades. Planejamento é importante, claro, mas a ação e a prática são essenciais para a eficácia de pesquisas.

Solução customizável
Em relação à parte operacional do processo, o RH poderá utilizar questionários-modelo ao editar de acordo com suas necessidades, ou mesmo partir do zero. Para facilitar e inspirar nossos amigos leitores, compartilho algumas das questões mais utilizadas em pesquisas de clima:
– Com que frequência você toma decisões independentes no trabalho?
– As tarefas no seu trabalho são rotineiras?
– Há oportunidades de criatividade e inovação disponíveis?
– Você precisa de mais recursos de trabalho, de menos recursos de trabalho ou você tem os recursos suficientes de trabalho?
– Suas atividades de trabalho são diversificadas?
– Seu trabalho é estressante?
– É tranquila a relação de trabalho entre você e o seu gerente ou supervisor?
– Seu gerente ou supervisor dá apoio ao seu trabalho?
– Sua programação de trabalho é equilibrada?
– O seu ambiente de trabalho contribui para o seu desempenho?
– Os seus colegas de trabalho são competentes?
– Os seus colegas de trabalho são amistosos?
– Sua carga de trabalho é equilibrada?
– Você trabalha mais de 44 horas por semana, menos de 44 horas por semana ou cerca de 44 horas por semana?
– Sua carga de trabalho é equilibrada?
– Os seus colegas de trabalho lhe dão apoio?

Lembrando que essas questões são geralmente de múltipla escolha, em que são oferecidas diversas alternativas de resposta. Isso facilita a tabulação e a análise dos dados coletados. Porém, os gestores também poderão incluir perguntas abertas para que os colaboradores possam expressar sentimentos e sugestões pessoais de melhorias.

Boa pesquisa e excelentes insights para sua pesquisa de clima!


Rodolfo Ohl
é country manager da SurveyMonkey no Brasil.

 

comentários