Educação a distância

Oportunidades de cooperação entre o mundo acadêmico e o corporativo

0
540

Por Vanderlei Abreu

Quando se pensa nas dimensões do desenvolvimento é preciso pensar nas questões econômicas, humanas e sociais. “Quanto mais se investe em educação mais se tem desenvolvimento econômico”, disse Josiane Tonelotto, reitora de EAD da Laureate Brasil.

Para a reitora, o desenvolvimento humano faz com que as gerações se perpetuem e vivam melhor. “Hoje não há dúvida de que investir nas pessoas significa ter a aprendizagem como ferramenta para desenvolver o capital humano”.

Por outro lado, Josiane destacou a baixa colocação do Brasil no ranking de IDH, inclusive na América Latina. “O que puxa o índice brasileiro para baixo é justamente a educação”.

Qualificação profissional
A reitora da Laureate destacou a falta de qualificação do trabalhador brasileiro, especialmente na educação básica. Há também a dificuldade das empresas atraírem profissionais de nível gerencial. “Do lado dos trabalhadores operacionais, há um baixo interesse por conta da carga excessiva de trabalho e a própria rotatividade de pessoal, bem como outros fatores relacionados ao atendimento das necessidades das empresas pelos cursos disponíveis no mercado”.

Josiane apontou a educação a distância como uma boa alternativa para suprir as necessidades de desenvolvimento, destacando o aumento nas matrículas de cursos de graduação EAD por conta das tecnologias empregadas, dos menores custos em relação aos presenciais, entre outros benefícios.

Por outro lado, a reitora apontou alguns cuidados na escolha da EAD como qualificação do corpo docente e do conteúdo.

comentários