Especialista explica como incluir a participação nos lucros nas empresas

0
480

Ganhos na produtividade e na motivação, valorização do colaborador e espírito de equipe com foco nos resultados. É o que a empresa recebe ao adotar a Participação nos Lucros ou Resultados (PLR), de acordo com Celso Bazzola, diretor executivo da Bazz Estratégia e Operação de RH.

O modelo tem como objetivo fazer com que o resultado da empresa seja o resultado de todos envolvidos no processo. Mas, segundo o especialista, ainda há certa resistência nas empresas médias e pequenas em relação ao modelo. Entre os principais motivos estão desconhecimento da lei e dos benefícios que esse modelo pode gerar aos negócios, e dificuldades nas negociações com os sindicatos.

Bazzola chama a atenção para uma “limitação de visão dos empresários” em relação a PLR. “Eles entendem que esta remuneração se tornará uma despesa sem retorno, o que é um equívoco, pois todos os pagamentos são atrelados a metas estabelecidas, que devem ter o foco no retorno econômico da empresa”, explica.

Para criar esse tipo de política, o especialista sugere incluir os colaboradores no processo de desenvolvimento, ter metas claras individuais ou por área, criar indicadores mensuráveis e se certificar de que a divisão será justa. “Deve ser igualitário na metodologia, mas nem sempre o valor a ser pago será o mesmo, pois dentro do sistema de PLR os resultados departamentais e individuais poderão dar uma variação de um colaborador para outro”, ressalta.

comentários