Fonte de inspiração

0
528

Reservatório de boas ideias: compartilhar com os colaboradores

Foram 75 dias de ações e 39 ideias enviadas por colaboradores das 14 unidades da Klabin, produtora e exportadora de papéis para embalagem do Brasil, distribuídas por sete estados brasileiros. Esses são alguns dos resultados da campanha Reservatório de Boas Ideias, na qual os colaboradores foram incentivados a compartilhar suas experiências sobre o cuidado com o meio ambiente e o espaço ao seu redor. O projeto teve início em março – quando foram celebrados o Dia Nacional da Conscientização sobre as Mudanças Climáticas (16), o Dia da Floresta (21) e o Dia da Água (22) –, e terminou no dia 5 de junho, Dia Mundial do Meio Ambiente. Durante esse período, 15 histórias foram selecionadas e publicadas semanalmente no site da Klabin e, agora, estão impressas em um almanaque que será distribuído aos colaboradores da empresa.

“Nosso objetivo é que esses bons exemplos se multipliquem entre os colaboradores, familiares, amigos e nas comunidades onde atuamos. Somos referência em sustentabilidade e queremos promover esse valor para o dia a dia das pessoas”, destaca Carime Kanbour, gerente de gestão de sustentabilidade e comunicação da Klabin.

Entre as várias histórias está a experiência da laboratorista Marinez Romanhuck, que atua na área de qualidade e meio ambiente na Unidade Correia Pinto (SC). Ela encontrou um jeito para reutilizar as embalagens de caixas de leite consumidas em sua casa. Teve a ideia de transformá-las em bolsas e carteiras de artesanato e, depois, apresentou o trabalho durante uma oficina de reciclagem realizada em uma escola em Correia Pinto, que contou com a parceria da Klabin. O sucesso entre crianças, professores e colegas da companhia no reaproveitamento das caixas foi tanto que estes passaram a doar embalagens e se interessaram em saber mais sobre o tema. “Além de contribuir para a preservação da natureza, a atividade tornou-se uma terapia para mim, sem contar os momentos felizes que passo com meus filhos, que participam opinando sobre os modelos das bolsas e carteiras e aprendendo a importância da reciclagem”, diz Marinez.

Hugo Leonardo de Freitas, assistente administrativo na Unidade Betim (MG), trouxe uma ideia bastante relevante para os dias atuais. Preocupado com a escassez de água que afetou alguns bairros da cidade onde mora, ele criou e montou uma cisterna. Com um projeto simples, barato e funcional, instalou uma estrutura que direciona a água das calhas da casa para uma caixa de 500 litros, que fica no terraço, fazendo uma ligação com um cano PVC para uma das torneiras de sua residência. O colaborador também tomou o cuidado de manter a caixa tampada, com um sistema que retira o excesso de água quando atinge o limite. E os benefícios foram muitos. “Consigo lavar o carro, roupas, limpar a casa e o quintal”, afirma. E, melhor ainda, são as vantagens para o meio ambiente, com uma economia de 1.600 litros de água e 20% de redução no valor de sua conta. Um incentivo e tanto para os colegas e para a comunidade.

comentários