Ideologia corporativa no cotidiano de todos

0
787

Com quase 50 anos e cerca de 7,3 mil funcionários diretos e mais de 1,5 mil indiretos, a Gazin, com sede em Douradina (PR), tem metas claras: ser a empresa número 1 do Brasil como excelente lugar para trabalhar e estar entre as 200 maiores empresas do país até 2019. Na verdade, esta é a visão da companhia, uma empresa familiar, ainda na primeira geração, que é compartilhada com todos os seus colaboradores, juntamente com sua missão (“oferecer sempre o melhor em produtos e serviços, com atendimento diferenciado”) e valores (“valorizamos as pessoas e fazemos negócios sustentáveis”).

Esses itens compõem a “ideologia” da empresa que, para compartilhá-la entre seus colaboradores (e para inspirá-los a vivenciá-la), conta com seu modelo de gestão, o exemplo dos líderes e canais de comunicação, unindo teoria e prática.

Para a construção dessa “ideologia” foram feitas muitas discussões entre a alta liderança, outras lideranças e equipes a partir de algumas reflexões (como a empresa quer ser reconhecida no futuro, por exemplo). Para reforçar a missão, razão de ser da organização, o processo foi similar, e a empresa tomou por base algumas reflexões sobre qual o negócio da organização, quem é o seu cliente, qual vantagem competitiva e qual contribuição social ela daria.

Uma das principais práticas para divulgar a missão, visão e valores é a Palestra Magna, realizada na conferência executiva anual na matriz de Douradina. Esse evento também é transmitido on-line para as localidades dos estados de MS, MT, AC, BA, RS, RO, PA, e outros onde a Gazin atua.

Outro caminho para inspirar os funcionáros em relação à “ideologia” é o almoço com o presidente. Nele, o executivo cozinha para os funcionários, ouve, troca informações, solicita avaliação da pessoas sobre as situações que vivenciam, sobre as dificuldades para realizar as atividades no dia a dia. Ele ainda esclarece dúvidas sobre algum aspecto da empresa e reforça as diretrizes da companhia, seus valores, missão e visão.

A capacidade de “vender” a empresa e sua cultura para os funcionários, por meio do exemplo dos acionistas e executivos, demonstra que a teoria é prática na Gazin. De acordo com a empresa, ter pessoas felizes, que conhecem o significado do trabalho, contribui para a construção de uma empresa sustentável.

 

Papel do líder 
Ao falar em inspirar, a definição mais comum é comunicar a um colaborador os objetivos da empresa. Mas não é só isso: o líder que inspira ajuda sua equipe a encontrar significado no trabalho, que se origina de três formas possíveis: impacto pessoal no trabalho; cultura e/ou ambiente; e missão ou propósito.
 
Viviane Thomaz, gerente de gestão de pessoas

 

Boas práticas 
â–º Jantar com o presidente da holding Mário Valério Gazin: trata-se de uma ação de integração, que serve para dar exemplo de humildade e estimular o servir e também compartilhar valores e princípios da cultura, com o foco das diretrizes estratégicas.

â–º Almoço com o presidente: aqui, ele cozinha para os funcionários, reforçando as diretrizes da companhia.

â–º Mensagens do presidente: a presidência e a diretoria, por e-mails ou carta, relatam ações que, de alguma forma, mostram a aplicação dos valores da empresa, destacando as contribuições da equipe.

 


A atividade principal da Gazin é o comércio varejista de eletrodomésticos, linhas branca e marrom, informática, telefonia e outros. Atua também no ramo de atacado, serviços, consórcio, financeira, viagens, indústria de colchões, entre outros.

comentários