Manter a saúde sob controle

0
304

Por que é importante fazer uma gestão de crônicos na sua empresa

Na maioria dos casos, elas vão se desenvolvendo aos poucos, sem muito alarde e contam com uma grande parcela de contribuição nossa: má alimentação, sedentarismo, tabagismo… Falamos das chamadas doenças crônicas não transmissíveis (DCNT), segundo nomenclatura da Organização Mundial da Saúde (OMS). Mundialmente, elas representam um seleto grupo de males que causam grandes estragos na vida de uma pessoa: doenças cardiovasculares, diabetes, câncer e doenças respiratórias crônicas. No Brasil, a lista é composta por hipertensão arterial, diabetes, doença crônica de coluna, colesterol e depressão.

De acordo com a Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), de 210quadro-dpsp4, aproximadamente 40% da população adulta brasileira possui pelo menos um desses males. Em outras palavras, mais ou menos 57,4 milhões de pessoas – e sua empresa não está imune de ter alguém desse contingente em seus quadros. Por essa razão, é importante a organização fazer uma boa gestão dos colaboradores crônicos, pessoas que apresentam uma ou mais das patologias citadas acima. Quer mais um dado para reforçar a importância desse trabalho? Esses males responderam, no Brasil, por 72% das mortes, de acordo com informações do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) de 2015. No mundo, em 2008, esse índice foi de 63% (veja quadro).

Uma doença crônica mal tratada é o caminho mais curto para transformar uma pessoa de alto risco (de saúde) para de alto custo. Imagine um executivo com hipertensão e sem um acompanhamento adequado: o que fazer em caso de um AVC? Quais os custos, além dos humanos, para empresa no que se refere ao plano de saúde? Qual o impacto de uma internação prolongada no índice de sinistralidade? E a ausência dele na empresa, o que pode acarretar?

Fazer a gestão de pacientes crônicos em sua empresa não é uma tarefa simples, mas também não é impossível. Basta entender melhor o conceito de prevenção e saber usar os dados disponíveis sobre a saúde de seus colaboradores. E o benefício farmácia é um grande aliado, pois fornece informações preciosas. Confira nosso vídeo sobre como ele pode ajudar e os principais cuidados na hora de fazer esse gerenciamento.

Link do vídeo: http://www.revistamelhor.com.br/papo-com-receita-de-saude-parte-1/

comentários