Mexa-se para ficar bem

0
1161

Especialista mostra os cuidados básicos para quem quer sair do sedentarismo sem prejudicar a saúde

Mexa-se-para-ficar-bem

A vida moderna, com todo o aparato tecnológico que traz, facilita a vida das pessoas, mas também estimula sua inércia. Para a manutenção da saúde e promoção da longevidade, é necessário entender a importância da prática de exercícios físicos incorporados à rotina. A principal recomendação para quem está sedentário é decidir tomar uma atitude. Então, mexa-se!

Pessoas ativas costumam também ser mais dispostas e produtivas. Mas, começar uma atividade física pode não ser fácil. A situação de inatividade sempre será confortável para o organismo humano, porém sem trabalho não há gasto de energia e não ocorre o estimulo orgânico que mantém em atividade regular o nosso metabolismo.

Tornar-se um esportista não significa ganho em saúde. Até mesmo atletas profissionais sofrem lesões por esforços contínuos e repetitivos. O ideal é fazer alguma atividade com acompanhamento e com respeito as suas características fisiológicas, sem nunca esquecer o cuidado com a alimentação regrada e balanceada – o combustível de qualquer atividade física.

As pessoas têm de começar a entender que a prática regular de exercícios físicos é necessária e deve fazer parte da rotina de higiene pessoal. Praticar exercícios físicos e cuidar do balanceamento das refeições será sempre o principal remédio para a manutenção da saúde e longevidade. Inicie também seu programa de atividades físicas. Veja as orientações iniciais para realizá-lo.

1. Organização
Como em qualquer outra situação de higiene e cuidado corporal, é preciso organizar-se e estabelecer uma rotina e periodicidade. O mais recomendável é três vezes por semana, por no máximo uma hora e quinze minutos.

2. Disciplina
Uma vez decidido pelo início, lembre que para tudo fluir bem é necessário muita disciplina. Esta será uma atitude que deverá ser tomada para sempre. O sempre costuma assustar as pessoas, porém no caso dos exercícios físicos não temos outra escolha. Encare como uma atividade rotineira, a qual é necessário fazer para manter a saúde, igual a tomar banho e escovar os dentes.

3. Avaliação médica e física
Você se conhece bem? Somente uma avaliação médica e física pode atestar sua capacidade para a prática de um determinado tipo de atividade. Exames clínicos e de imagem deverão ser feitos para predizer eventuais problemas de saúde. A avaliação física passa a ser fundamental e obrigatória para estabelecer a periodização inicial e as reavaliações semestrais para aferirem e estabelecerem a evolução do treinamento. Anualmente, as pessoas deverão estabelecer a necessidade de um check-up geral da saúde.

4. Local de treinamento
Pode ser um parque, praça, na própria residência, clube ou academia. O mais importante é que esteja ao alcance e de fácil acesso para que este não seja um fator limitante na manutenção da rotina e regularidade.

5. Processo pedagógico
Uma vez tomada a decisão de se cuidar, a pessoa deve começar mudando alguns hábitos, como por exemplo:

• Eliminar todas as gulodices ao seu redor
• Parar o carro se possível a 5 minutos do local de trabalho ou ir para o mesmo de bicicleta (com capacete, é claro)
• Fugir de elevadores quando a distância entre os andares for inferior ou igual a 5 andares
• Evitar dar a volta maior no shopping somente para subir de escada rolante, quando a normal está bem a sua frente
• Beber bastante água
• Não esperar ter sede ou fome, sensações de aviso do organismo de que já passou da hora de ter esses nutrientes. Funciona mais ou menos quando esperamos a luz vermelha do óleo aparecer no painel do carro para tomarmos a atitude de trocá-lo, danificando desta forma o motor
• Inicie levemente atividade física. Lembrando que o condicionamento físico melhora com a prática e assiduidade. Lembre-se que será para a vida toda, portanto vá devagar e siga as orientações de profissionais especializados
• Separe o que é urgente e importante na sua vida semanal e cuide para que a atividade física se coloque na lista das coisas importantes. Você em primeiro lugar, pois, caso contrário, não conseguirá lidar com as urgências e armadilhas do destino
• Mexa-se! caminhe, pedale, esquie, dance, lute, tudo que fizer ativamente somará pontos na sua caderneta de praticante

A prática de exercícios físicos requer contínuo cuidado, mesmo antes de sua realização. A escolha por uma modalidade que lhe dê prazer é fundamental. Isso facilita sua regularidade. Determinar metas realizáveis, obedecendo a seu corpo e seus limites é outro ponto importante. Cada pessoa possui diferentes desenvolvimentos e ritmos de ganho ou perda de peso.

Se você já escolheu seu exercício e sua avaliação atesta que está apto para realizá-lo, atenha-se a alguns itens importantes, como a roupa, por exemplo. Dê preferência a peças leves e confortáveis. Não se esqueça do tênis. Nosso pé precisa absorver bem os impactos das atividades.

Antes de iniciar qualquer atividade, alongue-se bem. O alongamento propicia o estiramento das fibras musculares, aumentando a agilidade e flexibilidade para a realização dos exercícios. Quando bem feito, além de ativar a circulação, previne lesões. Ao final dos exercícios repita a dose para relaxar os músculos.

Falar de músculos logo nos vem à cabeça a musculação, homens fortes, aumento de massa muscular etc. Mas se engana quem pensa que musculação é apenas fisiculturismo. Devido ao aumento da força muscular, a prática possibilita melhorias na postura, condicionamento físico e disposição, evita a perda de da massa muscular – sobretudo a partir dos 30 anos, quando se perde 1% dela a cada doze meses –, previne doenças como osteoporose, além de modelar o corpo, definir os músculos e evitar flacidez. O coração também se beneficia muito com a musculação, visto que a freqüência cardíaca e a pressão arterial pouco se alteram mediante esforço.

Complementar à musculação, os exercícios aeróbicos favorecem os sistemas cardiovascular, respiratório, melhoram a resistência, o metabolismo e auxiliam na perda de massa adiposa, a gordura corporal.

Por fim e, não menos importante, não se esqueça de se hidratar. Leve sempre consigo uma garrafinha de água ou suco para se refrescar e repor líquidos perdidos durante as atividades.

comentários