Movemos o mundo

0
505
Leyla Nascimento / Crédito: Divulgação
Leyla Nascimento é presidente da ABRH-Brasil / Crédito: Divulgação

Há um sentimento predominante neste momento em que encerro o ciclo como presidente executiva da ABRH-Brasil, depois de duas gestões consecutivas: gratidão. Na primeira etapa dessa jornada de seis anos, era forte o desejo de crescer com sustentabilidade. Na sequência desses três anos iniciais, enfrentamos o desafio de consolidar os projetos implementados para alcançar tal objetivo. E os desafios não pararam por aí.

No último triênio, saímos de um cenário absolutamente otimista e nos confrontamos com uma difícil crise econômica, agravada pela crise aguda de confiança. Foi preciso ser resiliente, aguçar a capacidade de superar e inovar, fazer mais com menos e ter sabedoria para reinventar a ABRH no vigor de seus 50 anos de vida.

E conseguimos!

Como o trabalho em equipe, em colaboração, geralmente não falha e é maior do que se imagina em termos de resultado, não foi difícil contar com o apoio de diretores executivos, conselheiros, colaboradores, presidentes das 22 seccionais e empresas parceiras que, juntos, trabalharam em nível máximo de dedicação para alimentar e ampliar a força da ABRH. Só tenho a agradecer por essa dedicação.

E a gratidão se estende aos profissionais de RH de todo o país – um exército de apaixonados por gente e disseminadores da causa da associação – pelo empenho nas diversas atividades desenvolvidas por nós ao longo dessa jornada.

Esperamos ter, de alguma forma, contribuído para o desenvolvimento da área em nosso país e para a melhoria da gestão de pessoas em todas as empresas e demais organizações públicas e privadas. É por meio desse trabalho de transformar as pessoas que teremos sucesso em transformar, em melhorar, nossa realidade, nossa sociedade e nosso país. Pois, se as pessoas movem o mundo, nós movemos as pessoas!

Leyla Nascimento
presidente da ABRH-Brasil

comentários