O que nos espera no futuro do trabalho?

    0
    899

    O estudo Future of Work feito pela ADP, empresa global em soluções de gestão do capital humano, revela quais são as maiores mudanças do mundo do trabalho e quais as tendências esperadas para os próximos anos:

    1. Liberdade
    As pessoas querem liberdade para desfrutar de suas vidas. Cerca de 77% dos brasileiros querem ter controle e flexibilidade para fazer o seu trabalho quando, onde e como quiserem. Essa liberdade de escolha tem sido amplamente concedida devido ao aumento da capacidade e facilidade para trabalhar a partir de dispositivos móveis.

    2. Conhecimento
    Acesso às pessoas, ferramentas e informações necessárias para fazer seu trabalho, e tempo para aprender novas habilidades enquanto realizam seus deveres. Essa necessidade nasce da demanda dos empregadores em ter funcionários que produzam mais, em menos tempo e que façam parte de uma força de trabalho multiqualificada. Por aqui, 75% dos entrevistados acham provável a adoção de tecnologia como o principal instrumento de aprendizado e registro de novos conhecimentos no meio corporativo.

    3. Autogestão
    A tecnologia permitirá ainda mais independência para que as pessoas administrem sua produtividade e desempenho e que também recebam feedback e reconhecimento em tempo real. Isso, provavelmente, irá remover as barreiras à colaboração e redefinirá a relação entre funcionários e seus gerentes. No caso do Brasil, a implementação dessas tecnologias é vista como improvável por parte dos funcionários. Apesar de desejarem, apenas 39% dos entrevistados acreditam que as empresas do país irão investir em sistemas de autogestão nos próximos anos.

    4. Estabilidade
    A possibilidade de buscar talentos ao redor do mundo por meios tecnológicos e de contratar trabalhadores por demanda em vez de funcionários de longo prazo se tornará mais atraente para as organizações. Isso pode trazer um nível de incerteza que prejudica a estabilidade da força de trabalho, pois certamente a competitividade crescerá, e pode ser mais difícil encontrar um trabalho. Apesar disso, os brasileiros parecem não temer essa tendência: 61% dos entrevistados acreditam que as empresas do país não adotarão essa tendência.

    5. Significado
    O salário já não é um motivo suficiente para as pessoas irem ao trabalho, elas precisam de algo maior. Trabalhar para organizações que tenham metas alinhadas às aspirações pessoais traz mais significado e propósito em sua vida, e também demonstra, por parte da empresa, um comprometimento com as pessoas que trabalham para eles. Outra tendência mundial que difere na opinião dos brasileiros: somente 36% dos entrevistados consideram fundamental trabalhar em projetos alinhados às suas aspirações pessoais.

    * A pesquisa contou com a participação de mais de 2 mil pessoas que trabalham em empresas com 250 ou mais empregados, no Brasil e países como EUA, Canadá, México, Chile, Reino Unido, França, Alemanha, Holanda, Austrália, China, Índia e Cingapura.

    comentários