Os diferentes estilos de liderança feminina em Game of Thrones

0
1413

Um dos aspectos que chama a atenção na série Game of Thrones é o protagonismo das mulheres. Diversas personagens ensinam sobre a arte de liderar, em especial quatro delas, cada uma a seu estilo: Cersei Lannister, Daenerys Targaryen, Catelyn Stark e Sansa Stark.

Os diferentes estilos de liderança feminina em Game of ThronesCersei Lannister é uma típica líder autocrática: ordena e espera obediência de seus subordinados e é temida por eles. Exerce influência pelo poder e pela coação, o que não se sustenta a longo prazo e lhe rende muitos inimigos e traições. Apesar disso, vale exaltar sua força como líder em meio à sua criação machista, assim como sua paciência em muitos momentos da série para chegar ao que pretende (mesmo que algumas ações sejam eticamente questionáveis). Como não amá-la e odiá-la, ao mesmo tempo?

Daenerys Targaryen inspira seus liderados, dá liberdade e permite o desenvolvimento deles, sempre acompanhando de perto os resultados. Quando necessário, imprime sua força através de seus dragões e pela maneira imponente de se apresentar, que reforça suas seguidas conquistas: “Daenerys Targaryen, Filha da Tormenta, a Não Queimada, Mãe de Dragões, Rainha de Mereen, Rainha dos Ândalos e dos Primeiros Homens, Quebradora de Correntes, Senhora dos Sete Reinos, Khaleesi dos Dothraki, a Primeira de Seu Nome”. Há nessa personagem um misto de liderança democrática e carismática, por encorajar e interagir com os liderados, mas há uma certa dependência de sua presença para que os resultados sejam obtidos. De todo modo, é um deleite ver a forma como se comunica e negocia para atingir seus objetivos e engajar seus liderados.

Das líderes da família Stark, destacamos Catelyn e Sansa.

Catelyn é a líder movida por seus valores, fiel à sua missão de proteger o nome da família. Em diferentes momentos, ela opina sem interferir nas decisões do marido e dos filhos e negocia, de forma determinante, com outros personagens da série. Em Westeros, não há quem não vanglorie seu nome por sua liderança também carismática e democrática – mas com tons mais emotivos do que Daenerys, por exemplo.

Já a filha de Cat, Sansa, passa por inúmeras situações adversas e procura se adaptar a elas. Evita o conflito direto e recorre, por vezes, à dissimulação. Mas, ao longo das temporadas, Sansa vai mostrando a que veio na série. Parece que sua liderança é resultado de uma postura pragmática, uma busca por sobrevivência em meio a tantas reviravoltas. E, em momentos cruciais, usa sua rede de apoio e sua visão sobre o outro para conseguir seu objetivo.

Vale dizer que há outras personagens incríveis e líderes, mas escolhemos aquelas que representam os estilos de liderança mais comuns: autocrático, democrático e carismático. O difícil agora será ter que esperar pela nova temporada, só em 2017, para aprender mais sobre o tema, afinal a posição de liderança pode transformar as pessoas ao longo do tempo.

Vivian Rio Stella, doutora em Linguística pela Unicamp, pesquisadora de Pós-Doutorado no grupo Atelier da PUC-SP, consultora e diretora da empresa de treinamento executivo VRS Cursos

comentários