Para construir um país forte e sustentável

0
453
Leyla Nascimento / Crédito: Divulgação
Leyla Nascimento é presidente da ABRH-Brasil / Crédito: Divulgação

Não são poucos os desafios para as empresas no atual cenário. Com a velocidade das mudanças no mundo corporativo, eles crescem em número e complexidade. Um exemplo é a busca de resultados cada vez melhores, mas com o devido equilíbrio entre os fatores sociais, ambientais e econômicos. Como atingir metas e objetivos sem deixar de lado esses fatores, sem deixar de observar a chegada de um grande contingente de jovens ao mercado, ávidos por um significado no trabalho? Como alinhar esses anseios, esses propósitos pessoais e organizacionais? O trabalho é árduo, mas não impossível se envolver toda a empresa, em especial os líderes e a área de recursos humanos.

Cabe ao RH, um dos principais guardiães da cultura, encampar essas mudanças em suas práticas e modelos para, então, fomentá-las entre toda a organização. Nesse sentido, para ajudar os profissionais da área, a

ABRH-Brasil promove o SustentABRH – Fórum ABRH-Brasil de Sustentabilidade, no Rio de Janeiro, nos dias 16 e 17 de novembro. Trata-se de um espaço de discussão entre especialistas e RH sobre a criação de modelos de negócios e práticas sustentáveis.

E as reflexões não param por aí. Bem como nosso trabalho. Na Bahia, nos dias 9 e 10, também em novembro, temos a terceira edição do Fórum de Liderança, em que temas como a criação de significado no trabalho, engajamento de pessoas e convergência de valores e propósitos se farão presentes. E no dia 13, data em que a ABRH-Brasil foi criada há 50 anos, temos a 9ª edição do ABRH na Praça, que tem como tema Recursos Humanos para um Brasil forte! Talento, inovação e trabalho. No ano passado, o evento mobilizou 14 seccionais e 1.150 voluntários, e contou com a presença de mais de 74 mil pessoas.

Com ações como essas, esperamos contribuir para a criação, ou reinvenção, de empresas mais fortes, éticas e sustentáveis. A mudança começa com as pessoas e o RH não pode se furtar a esse desafio,  a esse trabalho. Somente dessa forma teremos condições de mudar também e, sobretudo, nosso país, tornando-o mais forte e melhor.

Leyla Nascimento
Presidente da ABRH-Brasil

comentários