Para não perder a saúde e os talentos

0
850

gilberto-uruhayOferecido pelas empresas apenas como um benefício para seus executivos, hoje, o check-up é entendido como ferramenta fundamental para a segurança empresarial. Por meio dele, é possível desenvolver programas mais eficientes de promoção à saúde e prevenção de doenças, como o estresse crônico. Um mal que, como diz Gilberto Ururahy, diretor médico da MedRio Check Up, gera um custo às empresas estimado em 3,5% do PIB no Brasil. “Quanto custa para uma empresa perder um profissional estratégico?”, provoca Ururahy. Confira abaixo:

 

Na sua opinião, as empresas estão fi cando cada vez mais doentes?
Somos produtos do meio em que vivemos, já dizia Darwin. O Brasil vive um momento de alto desemprego, de violência urbana, de escândalos sucessivos e política de péssima qualidade que, consequentemente, geram um somatório de emoções negativas que agridem o emocional e o físico do cidadão. Nunca diagnosticamos tantos casos de ansiedade, depressão, insônia e automedicação: de 2014 para cá, houve um aumento de 30% nos casos de depressão entre os executivos que realizaram os seus check-ups médicos; a insônia aumentou de 20% para 25%; a ansiedade de 18% para 30%.

Desses, o estresse crônico é o principal vilão?
É o grande mal de nossa civilização. Ele nada mais é do que a necessidade de adaptação do ser humano a qualquer mudança. Como as mudanças ocorrem numa velocidade muito grande, o ser humano tem a necessidade de se adaptar. Diante do estresse crônico, nosso corpo produz uma quantidade grande de dois hormônios: a adrenalina e o cortisol. O primeiro acelera o metabolismo, aumenta a pressão arterial e os batimentos cardíacos. O segundo gera ganho de peso corporal, baixa a imunidade, aumenta o apetite e aumenta a formação de trombos no sangue, além de gerar resistência à insulina. Assim, o estresse crônico é o vetor para o estilo de vida pouco saudável para o homem atual.

Quais os custos desse estresse para as empresas?
Segundo dados da Organização Internacional do Trabalho, na União Europeia, os gastos com problemas de saúde mental relacionados ao trabalho superam 3% do PIB. No Brasil, estima-se que os custos decorrentes do estresse cheguem a 3,5% do PIB. Quanto custa para uma empresa perder um profi ssional estratégico? Trata-se de um valor intangível, muito elevado, pois emperra a engrenagem empresarial.

Como evitar que esse mal se espalhe?
Prevenção. A prevenção integra o rol de ações importantes para a melhora do estilo de vida do homem moderno. Por meio do check-up médico, é possível identificar os fatores de risco para a saúde do paciente e, depois, des envolver programas de promoção à saúde individualizados.

O senhor escreveu, em parceria com o psiquiatra francês Eric Albert, o livro
Emoções e saúde. Do que se trata?
O livro traz importantes informações médicas baseadas em dados estatísticos coletados ao longo de 26 anos de experiência e mais de cem mil check-ups médicos realizados em executivos, homens e mulheres. Nele, mostramos que é possível gerenciar esse estresse e transformar estresse ruim em estresse bom, que instiga, que motiva, e faz realizar.

comentários