Por um mundo mais verde

0
496

A sustentabilidade está firmemente presente na agenda global de negócios; contudo, há uma necessidade urgente de o discurso se tornar realidade. Essa é a principal conclusão do estudo  Impacto – transformando negócios, mudando o mundo conduzido pela consultoria de certificações DVNV GL, em parceria com a United Nations Global Compact, ONG voltada à sustentabilidade corporativa.

O levantamento também destacou as principais iniciativas das empresas em relação ao tema nos últimos quinze anos e indicou mudanças que devem ocorrer daqui para a frente caso a sociedade queira lidar, de fato, com o tema.

“O estudo mostra que temos tido uma clara conduta para o desenvolvimento sustentável, mas, no futuro, a real transformação só será, de fato, implementada se acelerarmos nossos esforços”, afirma Henrik

Madsen, presidente do grupo DNV GL.  Para o executivo, não é suficiente para o desenvolvimento sustentável termos apenas empresas conduzindo esse processo. É preciso que a sociedade esteja atenta à vida sustentável também.

Principais achados

De acordo com o levantamento, a sustentabilidade está gradualmente penetrando em mercados e setores em todo o mundo. Os signatários do Global Compact estão presentes em 156 países do mundo e 25% das maiores companhias fazem parte desse pacto. O estudo conclui que há um entendimento mais aprofundado da complexidadede e da interdependência de mudanças globais. “Parcerias e coloraboração tornaram-se importantes nesse cenário”, diz o relatório.

Os negócios se tornaram mais estratégicos, os processos mais sistêmicos, integrados, transparentes e colaborativos em relação à sustentabiliade, segundo a pesquisa. O que também indica um aumento da preocupação com causas relacionadas ao tema, tais como igualdade de gênero, mudança climática e corrupção. “Apesar de ainda serem a minoria, empresas líderes estão atentas à regulamentação e dirigem os debates da criação de regras mais atuais e assertivas sobre a sustentabilidade”, indica  o estudo.

Outras questões em pauta nas corporações, segundo a pesquisa, são: emissão zero de carbono – ou de outras medidas como a compra de carbonos para fazer a compensação da emissão de gases – e o uso consciente da água. “Isso é altamente promissor e algumas empresas terão muitos seguidores”, analisa o relatório. E por fim, empresas líderes também começam a olhar caminhos para criar novos negócios a partir da oportunidades geradas pela sustentabilidade.

“A pesquisa confirma que a sustentabilidade está se tornando uma prática corporativa. Nos últimos quinze anos, organizações ao redor do mundo ficaram atentas à questão e começaram a fazer importantes passos para operar com mais responsabilidade e inovação de acordo com políticas verdes”, declara  Georg Kell, diretor executivo do UN Global Compact.

Principais medidas para acelerar as mudanças-chave 
1. De forma progressiva, as organizações estão conversando com governos para a criação de políticas que deem suporte para a prática dos negócios sustentáveis. Um exemplo: estabelecer o preço das emissões de carbono – regionalmente ou mundialmente. Esse seria um sinal importante.

2. Investimentos responsáveis são outra medida-chave. Os governos precisam parar de dar subsidios para negócios que trabalhem contra a agenda verde.

3. Igualdade de gênero é uma parte crítica para a solução. Veremos o efeito multiplicador se as organizações e os governos investirem na educação,  na ascensão profissional e nos direitos das mulheres.

4. Líderes precisam tomar a responsabilidade para si no sentido de dirigir o mundo para um lugar mais resiliente, estável e equitativo.

 

O que ainda é preciso fazer 
Mudanças-chave para os próximos 15 anos

> Mobilizar a maioria das companhias para atentarem para ao tema
A sustentabilidade precisa fazer parte das rotinas das companhias – conectada ao modelo de negócios e dos objetivos de longo prazo das organizações  – assim como a certeza de que elas estão conduzindo valores à sociedade.

> Quebrar barreiras, fomentar mudanças positivas  
Criar regulamentações e leis mais condizentes com essa realidade, providenciando a direção adequada para que isso ocorra, assim como oferecer suporte para investidores que conduzem essas práticas.

> Novos pensamentos para uma nova realidade
Inspirar mudanças divulgando novas oportunidades de negócios, assim como novas soluções sustentáveis. Também  é preciso demonstrar que o mundo dos negócios está preparado para essa transformação.

comentários