Quer mudar de carreira? Confira algumas dicas

    0
    1021

    Mudar nunca é fácil. Quando a mudança envolve carreira, o grau de dificuldade pode ser ainda mais alto. Iniciar uma nova trajetória profissional é o caminho indicado para muitas pessoas que não encontram satisfação e sucesso naquilo que fazem. No entanto, não é uma decisão que deve ser tomada de um dia para o outro. Para o coach e consultor de carreira Emerson Weslei Dias, é importante refletir sobre alguns pontos obrigatórios antes de seguir em frente.
    Segundo o especialista, a primeira coisa a fazer é buscar entender o motivo da mudança, e ter isso bem claro é muito importante, pois ajuda a montar um planejamento para a transição. Uma mudança não pode acontecer só porque “encheu o saco”, até porque se fosse assim muitos teriam largado seus empregos na primeira frustração. Vale investigar se apenas não é uma má fase no atual serviço ou pequenos problemas de relacionamento, por exemplo, pois às vezes o principal motivo de incômodo está na sua carreira particular, e não na companhia.
    De acordo com o coach, mudar de rumo profissional é como mudar de casa: você primeiro precisa conhecer o novo lar, saber como é, como se sente nele, como é o bairro, a vizinhança. “Mudanças sem rumo não têm muita garantia de sucesso, pois quando você estrutura a mudança, tem chances de ir avaliando ao longo do tempo se é lá mesmo que você quer estar”, afirma. “Por isso, antes de começar a mudança é recomendado estudar o mercado e analisar as possibilidades reais que a área para aonde você pensa em ir oferece. Outra sugestão é conversar com outros profissionais e conhecer a rotina da área em que deseja atuar”, completa.
    Para Dias, “Investir em novos conhecimentos é uma ótima estratégia para desenvolver as habilidades necessárias para a nova carreira Além de adquirir conhecimento, também é possível construir uma rede de contatos, o que é fundamental nesse momento. Então, fazer cursos de atualização, e matricular em um MBA, aprender um novo idioma são exemplos de possíveis novos aprendizados.” Também é importante destacar que, durante a mudança, haverá um período de adaptação e é preciso estar preparado emocional e financeiramente. Vale lembrar que, ao mudar de carreira, é muito provável que você volte a ser um profissional júnior, com um cargo inferior e um salário menor. A recomendação é fazer uma reserva financeira por dois ou três anos, para que seja possível enfrentar a fase de transição com mais tranquilidade. Além disso, não hesite em procurar ajuda caso sinta necessidade.

    Coaching de carreira
    Busque por profissionais capacitados que possam auxiliá-lo nesse processo. O coaching de carreira é uma opção muito recomendada, pois pode ajudá-lo a identificar suas necessidades, objetivos, sonhos, habilidades, pontos positivos e os pontos para melhorar. Dessa forma, é possível ter uma visão mais abrangente de sua vida profissional, possibilitando que você encontre profissões adequadas às suas competências e que desenvolva uma atividade prazerosa, que lhe proporcione rentabilidade e satisfação.

    Dicas para a transição profissional
    – Tire férias ou alguns dias de descanso para ter certeza de que a insatisfação não é apenas cansaço.
    – Liste seus hobbies e algumas carreiras que mais lhe agradam
    – Converse com pessoas que já atuam na nova área pretendida e pesquise para saber das reais condições de trabalho.
    – Leia histórias inspiradoras de pessoas que mudaram de vida.
    – Não haja com impulso. Caso esteja certo da decisão, faça um planejamento.
    – Não pense na idade como um fator limitante. Nunca é tarde para mudar.

    comentários