Home | Entre margens
Entre margens
10/04/2013 13:03

Um vestibular para a liberdade

José Pacheco
Para que essa prova seja dispensada, é preciso mudar a avaliação realizada nas escolas

O máximo a que um jovem nascido em favela poderia aspirar seria um curso técnico. Para ele escolheram o curso de eletricista. Detestava as aulas, mas decorava conteúdos que lhe asseguraram o exercício de uma profissão. No trabalho, conseguiu autonomia financeira para continuar a estudar. E tudo o conduzia para uma vida de engenheiro, quando quis ser professor.

Digite seu E-mail e Senha e continue lendo:
Esqueceu seu e-mail de acesso clique aqui    |    Esqueceu seu código de assinante, clique aqui
Para continuar lendo faça o login ou cadastre-se gratuitamente
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a muitos benefícios exclusivos:
Gostou da matéria ?

Assine a revista Melhor.
Confira os preços:
6 x 66,50