Home | Cultura
Cultura
04/03/2013 15:54

Escolas da resistência

Paulo de Camargo
Projeto capta realidades locais onde os saberes regionais são valorizados e utilizados como instrumentos de construção da identidade e reforço da autoestima, em oposição a um currículo universal e sem identidade
Divulgação/Liz Wood
Professor José Eduardo de Spiza e professora Marcia Loureiro Guimarães fazendo o percurso diário para chegar até Kuaray Guata Porã - Escola Estadual Indígena de Ensino Fundamental, Cerco Grande - Guaraqueçaba (PR)


Nas ilhas do Combú e de São José, nos arredores de Belém do Pará, as sementes de açaí e cacau têm outras finalidades, além da culinária. Na sala de aula, coloridas pelas crianças, ajudam na alfabetização, utilizadas em atividades de expressão escrita. Em outros momentos, servem para o aprendizado de operações de adição e subtração. A centenas de quilômet...

Digite seu E-mail e Senha e continue lendo:
Esqueceu seu e-mail de acesso clique aqui    |    Esqueceu seu código de assinante, clique aqui
Para continuar lendo faça o login ou cadastre-se gratuitamente
O cadastro é rápido, fácil e você passa a ter acesso a muitos benefícios exclusivos:
Gostou da matéria ?

Assine a revista Melhor.
Confira os preços: