Todo auxílio é bem recebido e percebido

0
394

No princípio era o café. Assim começou a história da Special Dog. A empresa familiar situada em Santa Cruz do Rio Pardo, na região sudoeste de São Paulo, foi fundada em 1967, e se dedicava ao beneficiamento e comercialização de café. Passadas algumas décadas, atualmente a empresa dedica-se à produção de farinha de arroz e alimentos para cães e gatos, produtos que chegam aos consumidores por meio de mais de trinta mil parceiros comerciais. Em 2003, a direção da empresa passou por uma reestruturação e, a partir desse ano, cresceu o desejo de a companhia valorizar no que pudesse quem estivesse com ela nessa nova fase. E desde então a Special Dog procura colocar isso em prática.

Desde o momento da contratação, já é informado ao novo funcionário que todos têm a mesma importância, independentemente da função que exerça. Para a empresa, todos são importantes para se chegar às metas e aos objetivos propostos e para alcançar a satisfação de nossos clientes. Em uma espécie de contrapartida, alinhada à valorização e reconhecimento desse esforço de cada um, a companhia procura apoiar os funcionários em várias frentes.

Quando algum colaborador está passando por problema ou dificuldade, sendo profissional, familiar ou financeiro, ele recorre ao seu líder, aos profissionais do RH, do Departamento da Qualidade e até mesmo aos diretores. Isso porque na empresa todos os profissionais devem ser acessíveis e estar disponíveis para escutar as pessoas que os procuram e os ajudam da melhor forma possível, orientando, aconselhando, ou encaminhando a outros setores ou profissionais mais adequados a resolver a situação ou a achar uma solução. Sendo assim, ajudamos o colaborador a trilhar um caminho para solucionar seus problemas.

Um exemplo dessa forma de cuidar de seus profissionais: Special Dog oferece um empréstimo emergencial. O benefício surgiu da necessidade de auxiliar os colaboradores no aspecto financeiro, para atender situações tais como: dificuldades e crises pessoais; casos de doenças na família (além do apoio financeiro, a empresa apoia os colaboradores no que precisam); compra de imóveis; financiamento de veículos; e troca de letra da categoria de habilitação. Além disso, há a antecipação do 13º salário, em casos de grandes necessidades.

 

Poder da empatia 
Cuidar dos colaboradores é tratá-los como seres humanos e não como números. Utilizamos a empatia, nos colocamos no lugar deles e esse é nosso diferencial. Essa filosofia do cuidar vem da diretoria. Cuidar bem dos colaboradores é utilizar um olhar humanizado nas relações dentro da empresa.

Fábia Azevedo de Carvalho Lima, supervisora de RH

 

Boas práticas 
â–º Flexibilidade de horário: os colaboradores têm a liberdade de negociar os seus horários de trabalho com seus gestores, para poderem frequentar algum curso, ir ao médico ou resolver qualquer assunto pessoal.

â–º Assistência jurídica: orientações gratuitas aos colaboradores por nosso corpo jurídico.

â–º Visita aos afastados / doentes: as equipes de RH, Qualidade e gestores visitam os colaboradores afastados ou que estão doentes e internados. Essa visita tem o intuito de dar apoio a eles nesse momento difícil.

 


A empresa atua nos Estados de São Paulo, Paraná e em uma pequena parte de Minas Gerais e Mato Grosso do Sul. Apesar de estar presente apenas nesses quatro estados, está entre os dez maiores (em volume e faturamento) fabricantes de pet food no Brasil.

comentários